Terça, 16 de Abril de 2024
Política Política

PF avalia que, ao pedir anistia, Bolsonaro reconheceu crimes

Esse ponto do discurso é interpretado pela investigação como uma evidência da tentativa de Bolsonaro de promover um golpe de estado.

26/02/2024 16h47 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
PF avalia que, ao pedir anistia, Bolsonaro reconheceu crimes

A Polícia Federal avalia que, ao pedir anistia para quem participou dos atos criminosos de 8 de janeiro de 2023, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) reconheceu a existência de crime nas manifestações.

“Essas penas fogem ao mínimo da razoabilidade. Não podemos entender o que levou poucas pessoas a penarem tão drasticamente. Esses pobres coitados que estavam lá no 8 de janeiro”, defendeu Bolsonaro neste domingo (25).

A reportagem da CNN já havia confirmado que a declaração do ex-presidente sobre a existência da minuta do golpe será incorporada às investigações.

“O que é golpe? É tanque na rua, é arma, conspiração. Nada disso foi feito no Brasil (…) Agora o golpe é porque tem uma minuta do decreto de estado de defesa. Golpe usando a Constituição? Tenha paciência.”

Esse ponto do discurso é interpretado pela investigação como uma evidência da tentativa de Bolsonaro de promover um golpe de estado.

Por CNN Brasil

Foto: TABA BENEDICTO / ESTADAO / Estadão

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.