Terça, 21 de Maio de 2024
Geral Feira de Santana

Município aguarda aprovação do IPAC para reforma do MAP, diz representante da Prefeitura em debate na Câmara

O evento teve a iniciativa do vereador Jurandy Carvalho (PL).

07/11/2022 17h19
Por: Redação
Município aguarda aprovação do IPAC para reforma do MAP, diz representante da Prefeitura em debate na Câmara
“O Ipac aprovando serão feitos a reforma e o recadastramento dos permissionários”. A informação, relacionada com o Mercado de Arte Popular (MAP), é da chefe de Gabinete da Secretaria do Trabalho Turismo e Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Xavier. Ela representou o titular da Setdec, Sebastião Cunha, em uma sessão especial realizada hoje pela Câmara Municipal para debatert sobre os problemas e o futuro deste equipamento pertencente à Prefeitura. O evento teve a iniciativa do vereador Jurandy Carvalho (PL).
 
Diante da preocupação dos vereadores, permissionários e artistas presentes ao encontro, com as carências do MAP, Ana Paula admitiu que “os problemas existem e estamos fazendo tudo para solucionar”, citando que em agosto deste ano foi solicitado um levantamento geral sobre o espaço. Ela destacou a "grande representatividade" do Mercado de Arte para a cultura e a história de Feira de Santana.
 
Definindo o local como “um espaço comercial, turístico e cultural”, o presidente da Associação dos Artesãos (Artemap), Ronildo Carlos Silva Ramos, defendeu ações de fomento visando atrair pessoas e também os artistas e demonstrou preocupação com a parte física do espaço, “atingida por infiltrações, paredes rachadas e descascadas e colunas estabocadas”, conforme destacou. Ele disse não ter mais esperança que a Prefeitura faça alguma coisa. 
A situação do MAP também foi delineada pelo produtor cultural e cantor Toinho Campos, que parafraseou o ex-vereador Roberto Tourinho, ao afirmar que “infelizmente a cultura em Feira de Santana está andando em passo de lesma”. Ele lembrou que o espaço reúne cultura, gastronomia e artesanato e anunciou que está sendo elaborado um projeto de revitalização, que contempla divulgação das ações lá desenvolvidas – cordel, samba de roda, capoeira – e uma gestão cultural efetiva.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.