Terça, 18 de Janeiro de 2022
71 99208-9314
Política Eleições 2022

Otto Alencar afirma que Bolsonaro está ‘fugindo dos problemas’ das chuvas

"Já tem três anos que ele foge dos problemas", acrescentou o senador

29/12/2021 10h26
Por: Redação
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O senador Otto Alencar (PSD) não poupou críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), nesta terça-feira (28). Em entrevista concedida ao UOL, o parlamentar afirmou que o Chefe do Executivo está fugindo do problema das chuvas no estado da Bahia e em outras unidades federativas.

“Não é coisa pra quem é presidente da República, com responsabilidade, deixar de estar presente tomando providências ao lado dos governadores. Mas eu acho que é próprio da personalidade do presidente Bolsonaro ter essa amnésia dissociativa. Ele se afasta do problema pra não encarar. Foi assim na pandemia, que ele se afastou do problema e deixou na mão dos governadores e dos prefeitos. Já tem três anos que ele foge dos problemas e passa isso para a conta dos seus ministros, que vieram aqui hoje com boa vontade, mas sem soluções imediatas pra Bahia e para os desabrigados das enchentes”, disse Otto.

Mais de 34 mil pessoas estão desabrigadas e cerca de 43 mil desalojadas no estado. De acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), mais de 470 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas. No boletim divulgado pela Sudec nesta terça-feira (28) também foi confirmada a 21ª morte por conta das enchentes.

“Tudo que foi feito até agora, em relação ao atendimento de urgência, foi tudo com recurso do Estado. Houve também a mobilização de alguns estados da federação. Mandaram helicópteros e outros apoios. A sociedade civil também está organizada, se mobilizando, buscando recursos pra ajudar as pessoas que foram atingidas. O primeiro passo é resolver a situação das pessoas que ficaram desabrigadas, ilhadas e depois disso fazer o levantamento”, acrescentou o senador.

O presidente segue em Santa Catarina, onde deve passar o feriado do Ano Novo. Ainda na terça (28), Bolsonaro utilizou as redes sociais para anunciar a medida provisória (MP) que destina R$ 200 milhões para o Ministério da Infraestrutura.

O recurso deve ser usado para reconstruir rodovias danificadas por chuvas na Bahia, no Amazonas, em Minas Gerais, no Pará e em São Paulo.