Segunda, 20 de Setembro de 2021
71 99208-9314
Política Eleições 2022

De olho no Palácio de Ondina, Roma faz ataques ao PT e demora na construção da ponte Salvador-Itaparica

Ministro da Cidadania atacou gestão do ex-governador Jaques Wagner, seu virtual adversário na sucessão estadual em 2022

30/08/2021 09h38
Por: Redação
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), usou as redes sociais para criticar o atraso na construção da ponte Salvador-Itaparica, anunciada em março de 2009, na primeira gestão do governador Jaques Wagner (PT).

"A ponte para o descaso e a incompetência generalizada foi a única erguida pelo PT nesses 14 anos de governo. O senador Jaques Wagner disse que não sei fazer conta. Mas pelo visto, foi ele quem faltou aula nesse dia. A ponte de Itaparica deveria estar pronta em 2013...", escreveu Roma.

Na publicação, o atual ministro de Jair Bolsonaro (sem partido) compartilha uma manchete de jornal em que a administração petista prevê entregar a megaobra em 2013. Cotado como candidato bolsonarista à sucessão de Rui Costa (PT) em 2022, Roma dá a entender que entrará no páreo ao afirmar que "a Bahia está perto de ter um governo que respeita prazos".

"... mas oito anos depois não tem uma estaca batida. No governo @jairbolsonaro, a conta é mais simples: promete e cumpre. Por isso, obras abandonadas estão sendo entregues e tiradas do papel, com seriedade e compromisso. A Bahia está perto de ter um governo que respeita prazos", acrescentou Roma.