Terça, 15 de Junho de 2021
71 99208-9314
Política CPI da Covid

Renan tem claro objetivo de desgastar governo na CPI, afirma Eduardo Girão

Girão afirmou que a CPI tinha tudo para fazer um grande trabalho pelo país, mas, que atitudes do relator Renan Calheiros e do presidente da Comissão, o Senador Omar Aziz, têm prejudicado o processo

07/06/2021 20h12 Atualizada há 1 semana
Por: Sérgio Di Salles
Foto : Reprodução
Foto : Reprodução

O programa Altos Papos, da Princesa FM de Feira de Santana, conversou nesta segunda (07) com o Senador, tido como independente, Eduardo Girão (Podemos-CE), que falou sobre o andamento da CPI da Coivd, que acontece no senador e tenta identificar possíveis irregularidades na condução da pandemia por meio do governo federal e de alguns Estados.

Girão afirmou que a CPI tinha tudo para fazer um grande trabalho pelo país, mas,  que atitudes do relator Renan Calheiros e do presidente da Comissão, o Senador Omar Aziz, têm prejudicado o processo.  “Estão agindo com parcialidade, algo que tem deixado as pessoas de boca aberta, a maneira que eles conduzem tem derretido na credibilidade das pessoas. O sentimento que vemos na população, inclusive quem é contra o governo é de repulsa, pois é um espetáculo de horrores. Virou um palanque para 2022. Neste momento, é uma covardia, tentei ser presidente desta CPI, não tenho conflito de interesses, sou totalmente independente, não tenho cargo público federal, sou contra as aglomerações do presidente, mas não é por isso que devemos fazer politica agora”, disse o Senador.

Ele ainda afirmou que estão tentando blindar os governadores, para que o presidente seja o único investigado na CPI. “Se querem tirar ele, vão às urnas e tirem no ano que vem, mas, as conversas que o relator e o presidente estão tendo com Lula, ficam na cara que o objetivo é desgastar o governo, esta CPI não quer investigar corrupção”, afirmou Eduardo Girão.