Quarta, 17 de Abril de 2024
Brasil Brasil

Fugitivos de Mossoró construíram buraco para escapar de drones que identificam calor humano

O buraco foi feito em uma casa na zona rural de Baraúna, onde os fugitivos teriam ficado durante sete dias, de acordo com investigação da polícia.

26/02/2024 16h47
Por: Redação
Fugitivos de Mossoró construíram buraco para escapar de drones que identificam calor humano

Os dois presos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró (RN), no último dia 14, construíram uma espécie de bunker para se esconder dos drones que detectam calor humano.

As informações foram divulgadas pelo programa Fantástico, neste domingo, 25. O buraco foi feito em uma casa na zona rural de Baraúna, onde os fugitivos teriam ficado durante sete dias, de acordo com investigação da polícia. Eles pagaram R$5 mil para permanecer no imóvel.

Com a descoberta, as buscas por Rogério da Silva Mendonça, 35 anos, e Deibson Cabral Nascimento, 33 anos, se concentram no entorno de Baraúna. Juntos, os fugitivos acumulam mais de 80 processos judiciais e totalizam 155 anos em sentenças condenatórias, de acordo com o Instituto de Administração Penitenciária do Acre – estado de onde foram transferidos.

Além do buraco, foram encontrados na casa redes para dormir, embalagens de comida, um facão e uma lona. Até a publicação desta reportagem, quatro pessoas foram presas suspeitas de ajudar na fuga do lado de fora da penitenciária.

Por Metro1

Foto: reprodução

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.