Terça, 18 de Janeiro de 2022
71 99208-9314
Dólar comercial R$ 5,52 0%
Euro R$ 6,3 0%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.019%
Bitcoin R$ 244.125,83 -0.499%
Bovespa 106.735,81 pontos -0.18%
Economia 5G

Anatel leiloa 5G nesta quinta; conheça as 15 empresas interessadas

Segundo a agência, tempo de resposta vai cair de 50 a 70 para 1 a 5 milissegundos

04/11/2021 08h51
Por: Redação
Foto: Fotos Públicas
Foto: Fotos Públicas

Começa nesta quinta-feira (4), com 15 empresas participantes, o leilão da internet móvel de quinta geração, ou 5G. Devido ao número de competidores, o certame deve ser concluído apenas na sexta (5). Os envelopes com as propostas e a documentação que habilita as candidatas acontece na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Serão ofertadas quatro faixas de frequência em lotes nacionais e regionais, são elas: 700 MHz; 2,3 GHz; 3,5 GHz; e 26 GHz. De acordo com a Anatel, na internet 5G o tempo de resposta vai cair de 50 a 70 para 1 a 5 milissegundos.

Dentre as 15 empresas candidatas, três dispensam apresentações: Claro, TIM e Telefônica (dona da marca Vivo) dominam o mercado de telefonia móvel no país. A Oi não participará, pois vendeu seu segmento em internet móvel para um consórcio formado por Claro, TIM e Telefônica. Falta apenas o aval dos órgãos reguladores para o negócio ser selado.

A Algar Telecom é operadora de telefonia fixa e móvel e internet banda larga, com atuação em 16 estados, já Brisanet atua como provedora de internet via fibra óptica, TV por assinatura, streaming de música, telefonia fixa e móvel. A empresa atende mais de 200 municípios no Nordeste. Brasil Digital Telecomunicações é provedora de serviços de telecomunicações através de cabos de fibra óptica.

A Cloud2u (Greatek) fornece produtos para recepção de internet, recepção de TV e infraestrutura de rede.No Consórcio 5G Sul – Copel Telecom e Unifique -, a primeira empresa é uma operadora de banda larga por fibra óptica com presença no Paraná. Já a Unifique atua no mercado de telecomunicações com serviços de Internet, tv por assinatura, telefonia fixa, telefonia móvel e data center.

No Sudeste, a Fly Link tem experiência como provedora de internet por meio de fibra óptica em Uberlândia e região (MG). De Londrina (PR), a Sercomtel é operadora de telefonia fixa e móvel, comunicação de dados e internet banda larga.

A Mega Net é um consórcio com mais de 400 provedores de pequeno e médio porte de diversas regiões do país, cobrindo 2 mil municípios. A novidade da Neko Serviços de Comunicações (Surf Telecom) é que, além produtos de telecomunicações, oferece serviços financeiros. Adquirida em 2019 pela pelo fundo de investimento Digital Bridge, a NK 108 Empreendimentos (Highline) é uma provedora de infraestrutura para as operadoras de telefonia celular.

A VDF Tecnologia da Informação, do grupo Datora, presta serviços de IoT (internet das coisas, na sigla em inglês). Por fim, o Fundo Patria participará com a provedora de infraestrutura de telecomunicações Winity II. Fonte: G1