E-mail

redacao@baianonews.com.br

WhatsApp

71 99208-9314

gov 06.04 a 05.04
Covid-19

Ex-presidente da Anvisa, afirma que “ governo federal cometeu um conjunto de crimes” e que negacionismo causou milhares de mortes

Ele afirmou que acredita que a CPI da Covid vai identificar os culpados por mais de 400 mil mortes no país

30/04/2021 17h14
Por: Sérgio Di Salles
Foto : Reprodução
Foto : Reprodução

O Altos Papos conversou com o Dr. Gonzalo Vencina, fundador e ex-presidente da Anvisa, professor de saúde pública da USP e médico sanitarista, sobre a não aprovação da Agência para a importação da vacina Sputnik V, por governadores do Nordeste.  Segundo  o médico, as avaliações foram técnicas e a liberação não foi efetivada por falta de informações por parte do Fundo Russo.

O médico afirmou que está surpreso pela falta de diálogo técnico entre a Anvisa e o Fundo Russo. “Acredito muito na Anvisa, acho que ela não estão cometendo nenhum tipo de erro, acho que o Fundo Russo é uma entidade comercial e parte do problema está neste fato, por eles não serem uma entidade científica. A Anvisa está interessada em garantir que a vacina seja segura, eficaz e que tenha qualidade, o Fundo Russo está interessado em vender vacinas”, disse.

O ex-presidente da Anvisa admitiu  que os governadores do Nordeste  estão preocupados com a saúde pública dos seus governados e que eles querem mais vacinas. “Eu entendo a posição dos governadores do Consórcio Nordeste, eu entendo a posição da Anvisa,  o que não consigo entender é a posição do Fundo Russo de Participações. Ou ele oferece as respostas técnicas que a Anvisa está solicitando, e tenta estabelecer uma linha de diálogo racional ou não vai dar certo. Acho que Anvisa está certa, e que o Fundo Russo está errado”, afirmou.

Segundo o Dr. Gonzalo, a vacina do Instituto Gamaleya é boa, mas precisam prestar as informações que outras quatro vacinas já registradas no Brasil prestaram e que não existe questão política na decisão. “Precisamos estabelecer um diálogo, mas até agora não vejo como isso pode acontecer.  Essa argumentação do Fundo Russo de que está havendo uma ingerência política, não existe, a agência está tomando decisões técnicas. Agora o Dória também está brigando com a Agência, por estar demorando de liberar os estudos clínicos da Butanvac, tudo o que não funciona, que a gente não consegue fazer, é culpa da Agência, e o que ela está fazendo? Defendendo a saúde do povo brasileiro”, disse.

Em relação ao Fundo Russo, que afirmou que pretende processar a Anvisa, ele disse que vê a decisão como algo normal, e que as relações não serão cortadas por conta disso. “Processar a Anvisa não é o caminho para registrar o produto deles no Brasil. Isso não vai criar obstáculos, acho ótimo que eles usem a Justiça, não vai distanciar a Agência deles, se eles conseguirem demonstrar que a Anvisa agiu de forma errada, cabe punição à gerência da Anvisa”, contou.

Ele ainda ainda criticou o atual governo federal e afirmou que acredita que a CPI da Covid vai identificar os culpados por mais de 400 mil mortes no país. “A vacina não foi comprada antes, por incompetência do governo federal, que eu espero que sofra as consequências dessa CPI.  O governo federal errou muito, diz que não vale a pena fazer isolamento social, que não deve usar máscara, o presidente não usa máscara até hoje, o governo federal é contra a vacina, eles não compraram a vacina. Os países desenvolvidos começaram a vacinar em janeiro, com volume, precisamos vacinar 160 milhões de brasileiros, ou seja, com duas doses, 320 milhões de doses, o brasil tem capacidade de vacinar 70 milhões de pessoas por mês, se assim fosse, precisaríamos de 4 ou 5 meses, em maio já estaríamos terminando, mas nessa velocidade, vamos terminar somente em fevereiro de 2022. Já temos 400 mil mortos, se tivéssemos vacinado desde janeiro não teríamos tanto mortos. O governo federal cometeu um conjunto de crimes e isso significou mortes desnecessárias, mortes evitáveis, por isso, temos que encontrar so responsáveis por isso, a CPI precisa encontrar o responsável por essa mortandade no Brasil e tenho certeza que vão achar e eles, e terão que ser punidos”, concluiu.