Quinta, 29 de Julho de 2021
71 99208-9314
Cidades Combate à desigualde

Em parceria com Secretaria da Mulher, Ministra Damares promete mais apoio, proteção e oportunidades às mulheres de Feira

A secretária Gerusa Sampaio, afirmou que estará indo à Brasília nas próximas semanas para encontrar a Ministra Damares e tratarem de novos projetos e benefícios para Feira de Santana

11/06/2021 21h26 Atualizada há 2 meses
Por: Sérgio Di Salles
Foto : Reprodução
Foto : Reprodução

O programa Altos Papos, da Princesa FM, conversou nesta sexta (11), com a Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que já morou em Feira de Santana, esteve na cidade por algumas vezes já sob o comando da pasta e que demonstrou interesse em trabalhar junto com a ex-vereadora Gerusa Sampaio, que assumiu a Secretaria de Política para as Mulheres do município em fevereiro de 2021.

A secretária Gerusa Sampaio, afirmou que estará indo à Brasília nas próximas semanas para encontrar a Ministra Damares e tratarem de novos projetos e benefícios para Feira de Santana. “O que a gente pode destacar é que acabamos com os agressores de mulheres no Brasil, e quando vejo uma cidade como Feira de Santana, com uma pasta voltada para a gente cuidar de mulheres, podemos comprovar o que está acontecendo no Brasil inteiro, estamos dando um basta nessa história de violência contra a mulher, de discriminação, de perseguição e de menos salário para elas no país. Estou esperando a secretária Gerusa aqui no Ministério e vamos juntas. Quando me perguntam onde eu aprendi a ser forte, eu respondo que me criei em Feira de Santana. A mulher baiana é diferente e a mulher de Feira é especial”, disse Damares.

A ministra ainda destacou que os seus objetivos vão além do enfrentamento à violência contra a mulher e que pretende trazer projetos importantes para Feira de Santana. “Não quero só fazer o enfrentamento à violência, precisamos entender que há uma violência, que dói muito na mulher, especialmente aquela que é mãe e vê o seu filho chorando com fome, estamos trabalhando agora para trazer para o Brasil grandes projetos de empreendedorismo para a mulher, sabemos que neste pós pandemia não terá emprego para todo mundo, então a nossa proposta é treinar estas mulheres para terem os seus próprios negócios, junto com o governo oferecer o crédito para que elas comprem os equipamentos necessários e quero muito levar isso para Feira de Santana”, contou Damares Alves.

Violência contra a prefeita de Cachoeira

Ela ainda citou o episódio de violência contra a prefeita de Cachoeira, Eliana Gonzaga, que vem sofrendo ameaças de morte nos últimos meses. “Foi vergonhoso o que aconteceu com a prefeita Eliana, uma mulher guerreira, que fez história e chegou a ser prefeita porque ganhou na urna. Mas, não fui visita-la sozinha, fui com a Promotora de Justiça, com um Juiz, Procurador da República, juntamos todo mundo para dizer o seguinte: mexeu com uma, mexeu com todas. A gente não pode permitir no Brasil que uma mulher eleita legitimamente seja perseguida por aqueles que não aceitam a mulher no poder. Se querem brigar com Eliana, vão para a urna, não é no tiro, não é na bala, na ameaça, na vingança. Fomos dar este apoio e estamos acompanhando a prefeita, é o MP federal, estadual, o TSE, juízes e estamos acreditando que isso irá acabar. Já tivemos duas mortes em volta desta história, isso é coisa do século anterior, hoje temos uma guerra que encerra na urna, vamos trabalhar, nosso Ministério está aqui para o que ela precisar”, disse.