E-mail

redacao@baianonews.com.br

WhatsApp

71 99208-9314

gov 06.04 a 05.04
SECOM - ESTADO SOLIDARIO
Feira de Santana

Cadastro no Bolsa Família está sendo realizado normalmente nos CRAS em Feira de Santana

Em Feira, cerca de 45 mil famílias são beneficiadas pelo programa

05/04/2021 09h14
Por: Redação

Pessoas em situação de vulnerabilidade social que querem se cadastrar no Programa Bolsa Família devem se dirigir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua residência. O atendimento está sendo realizado normalmente em Feira de Santana.

Estão sendo cumpridos todos os protocolos de segurança contra o avanço da Covid-19, como distanciamento social e a utilização do álcool em gel. Equipes de plantão também foram disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social para que não ocorram falhas no atendimento.

“Estamos com toda a segurança necessária nesse período complicado que estamos vivendo. Equipes estão de plantão nos CRAS para atender a demanda de cada território”, informa o secretário Antônio Carlos Borges Júnior.

No município, a atualização de dados cadastrais do Programa Bolsa Família é de 85%, acima da média nacional que é de 71%. São 105 mil inscritos, o que representa cerca de 45 mil famílias beneficiadas.

Podem fazer parte do programa, todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais e famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Os documentos necessários para realizar o cadastro são: título de eleitor, CPF, comprovante de endereço e documentos de todos os membros da família. O interessado deve ter no mínimo 16 anos e estar apto junto as regras definidas pelo Ministério da Cidadania.

“Quem faz a seleção é o próprio sistema do Governo Federal, que analisa os dados encaminhados e dá ou não o deferimento daquela solicitação. O nosso papel é fazer essa intermediação, entrar em contato com as famílias que estão nas faixas definidas pelo Programa Bolsa Família”, ressalta o secretário.

É importante que a população saiba que a inscrição no Cadastro Único não garante a entrada imediata no Bolsa Família. A seleção das famílias é feita por um sistema informatizado, a partir dos dados que elas informaram no Cadastro Único e das regras do programa, incluindo o limite orçamentário.